20.8.08

Conversa

. Beta. diz:
fabão?

Fábio diz:
fala Betoka

. Beta. diz:
e o saco como tá?

Fabio diz:
gigantesco, monstruoso. Sou conhecido como Fabão Sacudo

. Beta. diz:
foi mal, msg errada...

. Beta. diz:
seu grosso...

Aqui entre nós: ele estava errado?

6 ficando fora de si:

Sicores disse...

Adorei essa história!
Aliás, as cores desse blog são lindas!rs
Mais bjs

caicko disse...

O do Fabão, tudo bem... mas esse texto NÃO está um saco!! heheheheheh. Concordo contigo: com o passar do tempo, a gente vai se libertando em vocabulário (na literatura) e percebe o quanto certas palavras e expressões são indispensáveis ao bom funcionamento do texto e da alma!! Um brinde ao botão do "foda-se" na máquina da insegurança. Te amo, menina. Muito!! Beijo grande e um doce dia, à altura do seu merecimento!!!!


PONTO DE VISTA
Eu não tenho vergonha de dizer
palavrões, de sentir secreções
(vaginais ou anais). As mentiras
usuais que nos fodem sutilmente,
estas sim são imorais, estas sim
são indecentes. (Leila Miccolis)

Pedro disse...

Fabão tava era sem saco, isso sim! hahaha

Jana disse...

vc perguntou não?

ele respondeu kkkkkkkkkkkkk

beijos


PS: Sim, sou ariana... pq? rsrsrs

Jana disse...

meu ascendente é aquario, o que faz de mim uma pessoa grossa e sonhadora, ou seja FUDIDA KKKKKKKKKKKK

beijo

Carol Rodrigues disse...

Agora fiquei imaginando o que a criatura queria saber! hauahua Mas se perguntou, toma resposta!

Já sei que o dialogo não foi com vc, pq vi tua resposta no blog da minha amiga Jana. aí fiquei curiosa de saber qual foi a história!
Gostei do teu blog. Adorei o termo "POC" rsrsrss

E tbm é muito linda a tela que ilustra o topo do seu blog!

Bjos