2.2.09

Às vezes, é preciso carinho e sacudidelas pra vida brotar.

- Ainda lhe lerei suas cartas. Não! Fiquei aí! São só 5 minutos. Essa ele mandou do quartel. "Madô, querida". Sou eu, me chamo Madeleine. "Não durmo mais, não como mais. Vivo com a certeza de ter deixado minha razão de viver em Paris. Só a terei novamente em 15 dias ao ver minha doninha adorada aparecer na estação com seu vestido azul rendado". Entre parênteses: "aquele que você acha transparente". É isso. Já lhe escreveram cartas assim, senhorita?

- Não. Não sou a doninha de ninguém.

________________

De O Fabuloso destino de Amelie Poulain.

Queridas pessoas que visitam este blog,

Como vocês já perceberam, faz tempo que as palavras estão brigadas comigo. A impressão é que elas me rejeitam. Bom, enfim, talvez não só elas, afinal, assim como Amelie, também não sou a doninha de ninguém. Mas isso seria papo pra muitas cervejas. O fato é que elas não saem de jeito nenhum. Não tento a forceps porque elas me são muito caras, não merecem tamanha violência. Deixo-as no tempo delas, um dia elas fazem as pazes. Mas eu tenho tentado, juro.
Honestamente, não sei se entro em recesso geral ou se continuo postando coisas dos outros que me tocam. Podem opinar nos comentários. Podem me dar cafunés virtuais, esporros ou coisas que os valham. Às vezes, é preciso carinho e sacudidelas pra vida brotar. 
É isso.

Um beijo carinhoso em todos que aparecem aqui. De coração,

Carol


14 ficando fora de si:

Caroline disse...

oi Carol! leio o seu blog (aliás, acompanho o feed rs) mas nunca comentei. Gosto de escrever e rola isso, das palavras fugirem ou mesmo de a gente fugir delas rsrs... então, como acho muito bacanas seus posts, mesmo qdo é sobre algo que te chamou atenção e/ou algo que não é de sua autoria, ainda é sobre vc,o que vc sente, então não devia frear! Acho tudo válido. Continuar postando e respeitar o tempo das coisas...! No mais, parabéns pelo blog! Sucesso! Abçs, Carol (também rs)

Caroline disse...

e foi mal o 1° deletado, foi um erro de ortografia hehe

Carol disse...

Caroooooooool, seu perfil não é disponível... :(

Que bom que você comentou! Me passa seu email, sei lá! Acho que eu uso meu blog não só pra publicar as minhas tosqueiras, mas pra criar vínculos!

Se tiver blog, deixa o endereço!

Beijo grande e MUITO obrigada pelo carinho. (hoje eu to pequenininha...)

Carol disse...

Ah, sim. Tudo aqui sou eu. Tudo...

Pedro disse...

Ando um pouco brigado com elas também. Tenho escrito menos do que gostaria. E na maioria das vezes nem é falta do que dizer. Elas simplesmente se apavoram com um página em branco. Vai saber?! Enfim. Nem preciso falar que gostei da parte escolhida. Qualquer pedaço do roteiro de Amélie Poulain é ótimo!

katy disse...

Deixa fluir. Eu amo Amelie...e eles jogaram meu poster fora quando reformaram a casa. :/

JuMar disse...

Oi, Carol! Não se preocupe tanto com a falta de palavras. Postar o que te toca, em palavras alheias, é mostrar um pouco de você também.
Beijo e cuide-se!

Chu disse...

Faço minhas as palavras de JuMar. Além disso, o blog pode ser um excelente instrumento pra reflexão, e ela pode vir através de palavras suas ou palavras alheias, ué. Continue postando sim, se te faz bem e te faz refletir. Quem não gostar, o "x" ali no canto superior direito é cortesia da casa.

Beijos

Rose Carreiro disse...

Fico com a parte do cafuné virtual. E deixa fluir o sangue literário que corre na tua veia, ainda que saia um chilique ou uma piada.

Beijo

caicko disse...

Também tenho tido essa impaciência ou inapetência para as palavras. O bom é que você já sabe que a melhor solução é deixá-las chegar no momento certo. Um beijo grandão, da Bahia, pra ti.

Nathália disse...

ah Carol, esse é um caso típico de blogger's block. acontece com todo mundo, inclusive comigo! hehe

mas você está certa, não adianta forçar. só espero que não desista do blog! beijos!

osvjor disse...

Na boa, não entendi nada. É algo tipo "Moulin Rouge", muito simbólico, ou meu nível de tapadice é que tá um pouco acima do normal, ou NRA?

N. disse...

Hummm...
Sabe como me encontrar caso queira conversar.
Tenho braços abertos e peito estendido.
Beijo grande, tira o mofo do corpo, vai no mar dar um mergulho, deixar lá qualquer coisa que queira te abater.
:)
E você é grande!
Enorme!
Gigante!
Amo.

Bia e Sophia disse...

Oi Carol!
Nova visitante! E comentando, que bom!! Vamos trocar figurinhas, gostamos do seu blog!
bjs